domingo, 8 de dezembro de 2013

# Vazio

Não quero pensar muito naquilo que não sei.
Não quero estar a forçar nada que possa sair furado. 
É com estas palavras que escrevo a angústia, tristeza e insegurança que carrego dentro de mim!
Estou cansado de viver, da forma como estou a viver!
Este grande desafio pelo qual estou a passar, não é vida para ninguém!
É frustrante ter de viver assim! 
São poucas as forças para continuar esta jornada que está a chegar ao fim...
Sinto-me inseguro, pois tenho muito medo do futuro...
Tenho muito medo de não conseguir levar este desafio até ao fim!
Preciso de respostas!
Preciso de uma luz, de uma voz que me indique qual o caminho a escolher.
Sinto um vazio no meu coração.
Um vazio que é preenchido de vez em quando pela tua presença física. 



"Para onde for o vento, assim tu deverás ir. Se notares que as coisas não andam sozinhas, pára por aí. Não queiras forçar o futuro."


sexta-feira, 22 de novembro de 2013

# O mar

És tu, quem me acalma a alma quando esta grita por desespero.
És tu, quem me escuta quando mais ninguém me ouve.
És tu, que levas as coisas menos boas e trazes as boas energias.
Tu és aquele, que consegue acalmar o coração e o sofrimento de qualquer um.
Porque tu és uma força inexplicável da natureza.


terça-feira, 19 de novembro de 2013

# Limite

Cheguei ao meu limite!
Sabia que essa dia ia chegar, mas nunca imaginei que chegaria tão rápido!
Depois de 3 longos anos a engolir em seco críticas e mais críticas, que por mais "foleiras" que fossem magoaram-me muito!
Foram 3 longos anos de sofrimento, enquanto segurava as pontas de uns e de outros.
Foram muitas as noites mal dormidas, nas quais acabava quase sempre por adormecer com o rosto lavado em lágrimas.
Por isso, tomei uma decisão…
Para muitos poderá não ser a melhor escolha, mas o que seria da vida sem riscos?
Pois bem! Eu escolhi ser feliz ao lado das pessoas que amo, nem que para isso tenha de guardar o meu sonho por uns tempos na gaveta.
Ninguém poderá dizer que não tentei, porque eu tentei e aguentei muito!
Vou seguir o meu coração e aventurar-me numa nova vida. 




"Posso não concordar contigo, mas vou enfrentar o mundo para defender o direito que tens em o fazer."


http://www.youtube.com/watch?v=OFtNChII78k 

quarta-feira, 13 de novembro de 2013

# Eu

Aqui estou eu, no autocarro a caminho da cidade que me viu nascer.
E vou até minha casa, se é que poderei chamar minha! Pois já há muito tempo que não a sinto como a sentia.
Pela janela, vou-me deslumbrando com a paisagem onde esta estrada por onde sigo é envolvida.
E é a olhar pela janela, que vou pensando...
Pensando no presente, no futuro incerto que tanto me assusta.
Desejava estar num sítio onde pudesse realmente ser feliz...



Um dia faço as malas e parto rumo a uma viagem sem regresso.


http://www.youtube.com/watch?v=RBumgq5yVrA


# Saudade

Uma vez mais, estou a sentir aquilo que já senti anteriormente.
O fim-de-semana foi óptimo!
Tinha uma viagem marcada para a Suíça que seria um reencontro ao qual se juntou a surpresa de visitar a minha verdadeira família!
Quando falo de verdadeira família, estou a referir-me às pessoas que realmente amo! 
Foi uma surpresa para todos quando me viram ali.
Como a minha irmã disse "Mais uma vez os quatro irmãos juntos na mesma casa, na mesma cidade, no mesmo país..."
Ali senti-me feliz! 
Este fim-de-semana, fez-me compreender que é ali que eu tenho de estar! 
É ali que eu devo viver!
É aquele país que me tem de acolher!
Pois é naquele país que vivem as pessoas que eu amo! 
É lá que está a minha verdadeira família!
Aquilo que estou a sentir neste momento não é fácil de expressar mesmo no papel. Para não dizer que são poucos os que conseguirão compreender.
Sinto um vazio dentro de mim, um vazio que está preenchido pelo meu anjo da guarda.
Sinto saudades de todos os momentos vividos naqueles dois dias...
Sinto-me triste por ter de estar longe fisicamente de todos eles!
Além de tudo isto que já referi, tenho medo... tenho muito medo do que poderá acontecer até terminar o meu curso em Maio do próximo ano.
Pois isto pelo que estou a passar, não é vida para ninguém!
Estou cansado de distâncias! 
Se não fosse pelo curso que me irá garantir (ou não) um futuro melhor, já tinha ido embora sem olhar para trás!
A relação que criei com o meu pai, está novamente a desaparecer!
É o acumolamento de várias situações no meu dia-a-dia que me estão a desgastar aos poucos... o que me está a levar ao limite!


Pode não ser perfeita mas esta é a minha verdadeira família! <3




sexta-feira, 1 de novembro de 2013

# Amizade

Sabes há quanto tempo nos conhecemos? 
Diria que há sensivelmente 8 meses!
O tempo passa muito rápido, não achas?
Mas bem! Não viemos aqui para falar do tempo, ma sim de nós... Da nossa amizade!
Desde o início, mesmo de nunca termos passado do "mundo virtual", tivemos uma ligação forte. 
Ligação essa, interrompida por ti num determinado espaço de espaço de tempo.
Decidiste afastar-te de mim! Assim, sem aviso prévio.
Como achei que a amizade tínhamos construído até aquele momento, não podia terminar...
Assim, decidi contactar-te. Queria saber como estavas, o que era feito de ti.
Após uns longos minutos de conversa, ambos concordamos que não havia uma razão para não continuar aquilo que tínhamos construído até aqui!
O tempo foi passando, e com ele a nossa amizade também foi crescendo, mesmo continuando no "mundo virtual"...
Em ti, encontrei um pilar de qual já falámos vezes sem conta... 
Foi contigo que sempre contei nos momentos mais difíceis do meu dia a dia. 
Foi contigo que ri horas a fio, às vezes até madrugada.
Mas a nossa amizade, essa nunca passou desse mundo... E isso começa a tornar-se estranho e desconfortante, pois estamos a alimentar algo que não podemos considerar real!
É ai, que começam a surgir as minhas dúvidas em relação a ti, a nós... à nossa amizade! 
Os alicerces que criámos nunca saíram do "mundo virtual", e ao fim deste tempo todo, sinto que aquilo que construímos mesmo que não passe do virtual, está de novo a afastar-nos aos poucos e poucos.
Se neste momento me perguntasses:

Tenho um cantinho só meu no teu coração?

Ai, eu seria o mais sincero possível:

Neste momento, não sei!

É estranho, assim como para ti, a forma como a nossa amizade cresceu num "mundo virtual".
É um sentimento que não consigo explicar... Não existem palavras em mim capazes de o expressar de uma forma mais coerente.
Por isso... desculpa se algum dia te interpretei mal, fui chato contigo ou de certa forma abusei da tua confiança.
Um abraço,

O teu amigo íntimo,

Marco Santos 





quinta-feira, 31 de outubro de 2013

# Escuridão

É à noite que tudo acontece...
quando estás no teu sono mais profundo, mesmo com o teu sub-consciente sempre em alerta é quando eles te surpreendem ou assustam.
Fazem-te rever memórias... normalmente aquelas que tu tanto anseias esquecer.
Levam-te a viajar por mundos do imaginário, mundos reais e obscuros. 
Trazem até ti visões da morte (algo do qual muita gente tem receio). É algo que nos acompanha todos os dias e que está sempre à espreita...

- Tens medo da morte?
- Às vezes... mas é algo que já não me assusta assim tanto, como assusta a muitos de nós.
- Não tens medo da escuridão?
- Não! Dentro de cada um de nós existe uma luz que um dia quando partimos, nos vai guiar na escuridão. 


terça-feira, 29 de outubro de 2013

# Invasão

Não é fácil de expressar, aquilo que tenho sentido nestas últimas semanas.
Desde que ela se mudou lá para casa (não definitivamente) uma parte de mim mudou...
A energia que criei no meu espaço desde que a minha mãe partiu, ficou diferente!
Um novo ser, veio perturbar o espaço que durante 3 anos nós construímos à nossa maneira!
Eu aceito isso, pois tu és novo e mereces ser feliz ao lado de alguém que te ensine a  voltar a amar.
Mas, outra parte de mim, repete vezes sem conta "Não!".
Os fins-de-semana em Viseu contigo, passaram a ser um desafio. Não me sinto confortável num sítio, no qual a minha energia não o consegue aceitar.
É como se aquela já não fosse a minha casa.
Sinto-me a mais num espaço que foi preenchido por um "estranho".

domingo, 27 de outubro de 2013

# Ser, estar, sentir

A noite estava escura e silenciosa...
Silêncio esse, rasgado por um som tenebroso acompanhado por uma luz que iluminava tudo em meu redor.
O vento soprava de uma forma ruidosa... A chuva começava a cair com alguma intensidade, enquanto eu fumava o meu último cigarro à janela, assistindo a um fenómeno mágico que por vezes a natureza nos concede.

noisy night_ Instagram: dos_santosmarco


segunda-feira, 21 de outubro de 2013

# Reflectir

“A meditação é uma maneira de ires para dentro de ti mesmo,de perceberes que tu não és o corpo e que tu não és a mente. É um modo de fixar em nós mesmos, no mais profundo centro do nosso ser; e uma vez que tu encontras-te o teu centro,terás de encontrar as tuas raízes quanto as tuas asas."



domingo, 13 de outubro de 2013

# O desafio

"NUNCA TE ESQUEÇAS:
temos um caminho a percorrer e será tão mais fácil quando souber-mos aceitar com humildade as dificuldades do percurso."

Foi com esta pequena mensagem escrita enviada na noite anterior, que ele acordou no dia seguinte, reflectiu e acabou por responder ao seu remetente:

"Eu aceito. Pode demorar um bocadinho (por vezes) mas acabo sempre por aceitar. Tenho passado maus momentos que por vezes, nem eu sei explicar o que sinto. Acredito que são desafios que me colocam..."

Foi com esta resposta que ele parou e reflectiu de novo e chegando ao fim da sua reflexão a palavra que lhe permanecia na mente era SAUDADE.
Sem dúvida uma palavra com um sentimento muito forte e única na língua portuguesa.
Assim enviou uma nova mensagem escrita:

"E se me perguntares do que sinto falta aí eu respondo-te... 
Sinto falta da minha mãe, sinto falta do meu amigo íntimo e sinto falta do meu anjo da guarda..."







sábado, 12 de outubro de 2013

# Hoje é assim

Hoje sinto-me triste... Hoje é assim que me sinto.
O porquê não sei!
É um sentimento que me vem acompanhando desde quinta-feira (10).
É sem dúvida um fim de tarde para esquecer... por mais difícil que seja...
Esta tristeza que sinto é um sentimento que não consigo expressar, é um vazio que carrego dentro de mim!
Querer chorar e não o conseguir....
Querer comer e não o conseguir...
Respirar neste momento é uma dádiva..
Querer falar sabendo que serão poucos os que nos irão compreender...


sexta-feira, 20 de setembro de 2013

# Anjos da paz

Bem! Já era para ter escrito isto no dia em que cheguei a terras lusitanas mas, por falta de tempo e motivação decidi escrever só hoje.
Durante o tempo que estive fora fui estando sempre que possível a par das notícias que marcavam a actualidade do nosso país durante o mês de Agosto.
Todos os dias se destacavam os incêndios florestais que todos os anos devastam as zonas verdes que cada vez mais se tornam numa miragem, para não falar dos bombeiros que deram a própria vida para salvarem populações em risco.
Com isto pretendo dar uma especial atenção ao incêndio da Serra do Caramulo que lavrou durante alguns dias consecutivos, roubando a vida a alguns soldados da paz!
É triste chegar a Portugal e logo à saída do aeroporto, deparar-me com uma enorme coluna de fumo para não falar do constante cheiro a queimado que se sentia no ar durante todo o percurso que fiz até casa.
Olhar para a Serra do Caramulo, que desde criança que me lembro de ver uma serra verde e cheia de vida transformada agora num cenário negro e de destruição!
Este inferno que infelizmente passamos todos os anos não passa de um negócio em massa para muitos e uma dor de cabeça para outros...

quinta-feira, 12 de setembro de 2013

# It's complicated

Por vezes, dou por mim a pensar como seria o mundo se não existe guerra, fome, poluição e agora aquele problema que toda a gente fala - A CRISE FINANCEIRA.
Assunto que deve tirar o sono a muita gente!
É triste como a sociedade em que vivemos tem vindo aumentar de dia para dia cada o consumo e preocupando-se apenas com os problemas do presente e do futuro (A CRISE FINANCEIRA)!
É graças a ela que muita gente está a fugir do país que os viu nascer à procura de um futuro melhor, forçando assim alguns países a fechar portas pois estão prestes a explodir com tanta gente a querer entrar para poder garantir um futuro mais risonho.
Agora pergunto eu... e os problemas que se têm arrastado ao longo de todos estes anos?! Foram esquecidos? Pelo menos uma boa parte da sociedade já se deve ter esquecido disso!
É triste olhar para aquilo em que estamos a transformar o mundo!
Isto para não falar no preconceito que infelizmente ainda hoje existe em pleno século XXI!
Começando pela nova ridícula lei implantada na Rússia contra os homossexuais, passando pelos EUA que sempre quiseram ser os senhores do mundo arrastando com isso consequências terminando no preconceito pelo que as pessoas são e pelo estilo de vida que optam.
É ao escrever isto que me lembro de uma conversa que tive à uma semana atrás com o Rolf um amigo que é da mesma opinião que eu no que diz respeito ao preconceito! E como ele sempre diz -"It's complicated!"
Uma pessoa se tem tatuagens ou piercings não faz dela um delinquente, se uma pessoa gosta de usar barba aparada não faz dela um sem-abrigo!
Se uma pessoa escolhe uma orientação sexual diferente não faz dela uma "coisa estranha da natureza".
Vivemos numa sociedade que ainda tem muito que aprender!



quarta-feira, 21 de agosto de 2013

# Rotina

Acordar de manhã antes do nascer do sol com o som do despertador, como se alguém estivesse a gritar-me aos ouvidos! 
Mais um dia de trabalho prestes a começar... dia esse que será de muito stress e cansativo (o que já não é grande novidade para mim).
Ainda nem o sol nasceu e já estou eu dentro do comboio com muitas outras pessoas a caminho do meu local de trabalho.
Por vezes o relógio parece que congela no tempo, outras vezes parece que liga o turbo. 
Passo o dia inteiro ansioso que o dia termine.
O trabalho por vezes nem é mau, mas neste momento sinto-me contrariado naquilo que estou a trabalhar.
Sinto-me angustiado e cheio de vontade de desistir pois este tipo de rotina não é para mim.
Estou num país doente! Um país que só pensa em dinheiro e trabalho!
Vida social, tempos livres? Pouco e por vezes mesmo nenhum! 
Todos os dias dou de caras com pessoas ditas normais, gananciosas e mesmo racista (no sentido de não gostarem de nós (sermos de outra nacionalidade) ou mesmo porque se acham superiores a todos os outros! 
Mas sempre ouvi dizer que quanto mais alto se sobe mais alta é a queda!
Felizmente esta rotina doentia está prestes a terminar!
Até lá faz-se um esforço...



sexta-feira, 16 de agosto de 2013

# Quando ninguém compreende aquilo que tu sentes

Como me sinto?
Porque perguntas? Estás preocupado(a)?
Se eu te contar vais compreender a minha dor?
Bem sempre vale a pena tentar, não achas?! Por isso aqui vai...
Por vezes sinto-me angustiado... O porquê?! Nem eu sei bem!
Dou por mim a pensar no passado, no presente, no futuro... Naquilo que fiz e aquilo que me arrependo de não ter feito!
Sinto-me a sufocar, a precisar de ar, ruído nos meus ouvidos... Ruído esse que nem a música por vezes consegue alcançar!
As lágrimas que me escorrem pelo rosto triste e cansado falam por si! 
Estou farto e cansado de me sentir assim!!!
Sinto falta do meu canto que nos momentos menos bons da vida me reconfortam.
Tenho saudades da minha rotina, tenho saudades de mim! 
Eu sei que isto que estou a dizer parece de loucos mas é assim que me sinto!


"Toda a gente é capaz de dominar uma dor, excepto quem a sente."



segunda-feira, 8 de julho de 2013

# Tu primeiro

As pessoas são o que elas são. 
Não podes torná-las melhores nem piores.
Não podes fazer nada por elas sem que elas o permitam primeiro.
Aquilo que podes fazer, é ajuda-las a escolher o melhor caminho, mas para que tal possa acontecer tens de ser tu primeiro a escolher o teu! Faz a tua escolha.
Para isso, escolhe a luz, muda a tua frequência vibratória.
Porque quando elas perceberem que é  possível mudar, vão olhar para si próprias, para o seu interior.
Vão tentar mudar! E só pelo facto de o tentarem, só isso já é uma mudança.
Entendes agora porque é tão importante que tu mudes primeiro?
Por mais que digas ou penses que é muito difícil mudares-te a ti próprio, não deixes de acreditar.
É difícil sim, mas é muito importante que tal mudança exista.
Quando quiseres que uma pessoas faça uma determinada coisa, faz tu primeiro.
Se queres que uma pessoas aja de determinada maneira, age tu primeiro.
Elas podem não o fazer, mas a tua mudança essa sim, já começou.
Isso é que é importante!


domingo, 7 de julho de 2013

# Mais um domingo

Mais um Domingo quente de Julho, e para variar os planos para passar o dia não existiam...
Surgiu a ideia de ir até à piscina e assim o fizemos!
Foi uma tarde em cheio com muito calor, água e diversão à mistura.
Era tempo de voltar para casa, mas pensei "Mais uma vez ele não vai estar em casa..." já não seria grande novidade para mim chegar e não sentir a tua presença física.
Ao abrir o portão fui surpreendido pelo meu fiel companheiro de toda esta minha vida, o Pantufas (para quem me conhece minimamente, sabem de quem falo) correndo sem parar até mim. São estes pequenos momentos que me dão gozo ao voltar a casa.
Previ logo que não estarias em casa, mas para meu grande espanto ao entrar em casa estava um pequeno bilhete teu em cima da mesa da sala.
São estas pequenas ações que tu fazes que te tornam no Homem tão especial que és para mim, um pai presente, um pai que por mais frio e descuidado que seja está sempre de certa forma presente todos os dias da minha vida pronto a ajudar.
Cabe-me apenas retribuir aquilo que fazes por mim e dizer-te que te AMO! 



Mesmo com erros ortográficos, sei que foi escrito com o coração e com a melhor das intenções! (:



sábado, 6 de julho de 2013

# Aventura-te

"Mostro-te para onde vai a tua vida, e para onde devia ir, por onde és mais feliz e por onde mora a desgraça.
 A escolha é sempre tua. Só mostro caminhos. Não os escolho. 
 E para quem não ouve, sobra a perda. Quem não me ouve não pode corrigir nada, apenas sofrer a perda e tentar aprender com ela.
A perda, seja qual ela for, serve para que compreendas que o caminho não estava certo.
Mas qual é o verdadeiro caminho?
Depois da perda,  há a compreensão de que é necessária a mudança. mas mudar para onde? Mudar para quê?
E é essaa resposta que deves empenhar-te em descobrir.
Tens uma vantagem sobre todos os que não olham para os sinais. Sabes que é preciso mudar. Os outros ainda não sabem disso.
Resumindo: só te falta saber "onde" mudar.
E para teres essa resposta, olha para o teu coração, olha para os teus mais íntimos planos. Aquilo que "sabes" que tens de fazer, embora ainda te falte a coragem; aquilo que achas ilógico, precipitado e imaturo.
Quanto mais rótulos depreciativos o teu ego tiver colocado no teu sonho, mais forte ele será, e mais urgente também. Aproveita a perda.
Se o que achavas que era bom e seguro já não o é, se o que achavas que era certo já não o é, se o que consideravas "normal" não deu certo, então aventura-te.
A perda já tens. 
O não já tens.
Agora aposta no teu improvável sonho.
Aproveita a perda para ires à procura da tua felicidade."


# Excerto do livro de Alexandra Solnado, O livro da Luz


sexta-feira, 5 de julho de 2013

# Sê tu!

Hey tu! Sim tu ai... Assume-te como realmente és, pois aquilo que os outros pensam de ti não passam de subjetividades. Eles não vão ser felizes por ti! 
A vida é tua, porque tens tanto medo?
Tens medo daquilo que os outros possam pensar? Para quê ter medo?
Para viveres numa "peça de teatro" que quando a cortina cair, nem aplausos vais ter!
Ollha para dentro de ti agora... e diz-me o que vês, o que sentes! 
Eu, vejo uma pessoa cheia de qualidades que é capaz de muita coisa mas para isso tem de acreditar em si, pensar primeiro em si e depois nos outros que tanto ama!
Sê feliz hoje! E quando digo para seres feliz é para seres realmente feliz! 
Sê tu mesmo todos os dias, porque a energia de hoje não é a mesma de ontem nem muito menos a de amanhã. 



# untitled

"Não terás medo do terror de noite.
 Nem da seta que voa de dia.
 Nem da peste que anda na escuridão.
 Nem da mortandade que assola ao meio-dia.
 Mil cairão ao teu lado e dez mil à tua direita.
 Mas não chegará a ti.
 Só com os teus olhos contemplarás dos ímpios.
 Pois te livrará do laço do passarinheiro e da peste perniciosa.
 Ele cobrir-te-á com as suas penas, e sob elas encontrarás refúgio.
 Nenhum mal te atingirá.
 Nem desgraça alguma chegará à tua tenda."

  

domingo, 23 de junho de 2013

# 7 Janeiro de 2010

7 de Janeiro de 2010, data que me permanece na memória passados 3 anos… O tempo passa a correr não acham?! Pareço um doido a falar sozinho com o meu sob consciente, como se ele me ouvisse, como se ele compreende-se aquilo que eu sinto, aquilo me incomoda, aquilo que me dói. Talvez se interroguem, “afinal do que estás tu para ai a falar?”.
Acho que já está mais do que na altura de partilhar isto, recuar ao passado que tanto me magoa e tentar fazer-me compreender. É certo que há perguntas às quais eu ainda hoje tento encontrar uma resposta mas sempre em vão!
Mas vá chega de rodeios…
Tudo começa no dia 7 de Janeiro de 2010, uma quinta-feira fria do típico inverno de Portugal. Frequentava o 10º ano de Artes Visuais, na Escola Secundária de Viriato.
Nessa manhã as aulas começavam com turnos e só entrava às 10h. Tinha decidido ir mais cedo nesse dia para ir à livraria para comprar um livro que do qual não me recorda o nome mas que iria servir para apresentar mais tarde na disciplina de Português.
Eram 9 horas da manhã quando a minha mãe me acordou, como me acordava todas as manhãs, era o meu despertador humano.